Depois do Fort Atacadista, Procon autua loja da Havan

Diferença entre preços nas gondolas e valor cobrado no caixa foi uma das irregularidades encontradas

Em operação realizada ontem, fiscais do Procon flagraram uma série de irregularidades em uma das unidades da Rede Havan em Campo Grande. Dentre os principais problemas, foi detectada a diferença de preços expostos nas gondolas e o valor cobrado nos caixas. Na última terça-feira, o Procon autuou uma das unidades do Fort Atacadista na Capital, onde foi flagrada a venda de produtos impróprios para o consumo.

No que diz respeito à  falta de informação de preços, a lista de itens é bastante extensa e diversificada. Entretanto, destacam-se bichinhos de pelúcia, bonecas de pano, almofadas para pescoço, apontador com depósito, réguas, cola com brilho, chocolates em barras, salgadinhos e balas, dentre outros.

Apesar de constar no tabloide de divulgação, não foram encontrados em estoque brinquedos como carrinhos resgate, jogos para videogame X-Box e  materiais escolares, principalmente cadernos. Com relação à disparidade de preços nas gondolas (ou tabloide) e caixas, constam, por exemplo, garrafa térmica que na gondola couta R$ 29,99 e no caixa o preço sobe para R$ 49,99. Já uma marca de massas de modelar que na gondola custa R$ 29,99, no caixa sobe para 39,99.

Produtos expostos para venda contendo avarias, principalmente  falta de peças, sem qualquer aviso aos consumidores também foram encontrados, dentre os quais faqueiros de aço inoxidável e  brinquedos de lançamento de dardos.

Em relação às irregularidades encontradas na loja, o superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão, adverte à população que “ independente de se tratar de pequeno estabelecimento ou de rede de lojas, o direito do consumidor é o mesmo. Sempre que for detectado algo que possa prejudicar quem necessita adquirir qualquer produto, é recomendável denunciar para serem tomadas medidas para inibir abusos”.

Fort Atacadista – A ação dos fiscais do Procon está provocando enorme dor-de-cabeça a comerciantes que ainda teimam em tratar o consumidor com descaso. Na terça-feira passada, a unidade do Fort Atacadista  situada na rua  São Borja, Vila Rica, foi autuada por conta de várias irregularidades que poderiam causar prejuízos ao consumidor.

Unidade do Fort Atacadista foi autuada pelo Procon na terça-feira desta semana (Foto: Arquivo)

Entre os itens descartados por término de validade de prazo vale destacar 80 (oitenta) pacotes entre cookies e mini cookies, 26 embalagens de pães (de forma tradicional,  integral e para hambúrguer) , oito embalagens contendo 96 unidades de iogurte, 12 bandejas de queijo prato pesando aproximadamente 150 gramas cada além de  7 embalagens de linguiça bovina com aproximadamente  um quilo cada.

Já entre os produtos expostos à venda mas impróprios ao consumo, mesmo dentro do prazo de validade, foram encontrados 21 pacotes de pães de forma entre tradicional, especial e integral com 400 gramas cada. Outra irregularidade constatada foi a presença de produtos que não dispunham de procedência, prazo de validade ou outra informação que pudesse orientar o consumidor.

(Visited 980 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!