Autorizada a construção de mais 1,2 mil casas no Estado

O governador Reinaldo Azambuja assinou ontem contratos para a construção de mais mil moradias em Mato Grosso do Sul. Viabilizadas pela gestão estadual junto ao Ministério das Cidades, as unidades habitacionais vão atender famílias que possuem renda mensal de até R$ 1,8 mil, nos municípios de Campo Grande e Sete Quedas. No total, os investimentos federais, estaduais e municipais chegam a R$ 128.457.379,30. Somente a contrapartida do Estado será de R$ 20.489.052,98.

Um dos municípios beneficiados com as novas casas será Campo Grande (Foto: Chico Ribeiro)

“Mato Grosso do Sul é um dos estados do País que mais constroem casas e isso é algo que vale reflexão. De 2015 a 2018 garantimos 3.750 moradias só para Campo Grande. Em todo o Estado são 18.640 casas, entre entregues, em construção e contratadas”, ressaltou o governador Reinaldo Azambuja durante a solenidade de assinatura para a construção das novas residências.

Em Campo Grande, serão construídas 1.138 casas e apartamentos. O prefeito da Capital, Marcos Trad, destacou a escolha técnica dos projetos. “Campo Grande foi escolhida porque apresentou todos os documentos corretos. Há cinco anos não recebíamos moradias. A cidade ficava de fora da seleção de projetos porque não tinha capacidade técnica. Agora, foi a única capital do País que recebeu nota 10 pelos projetos apresentados”, afirmou.

Na Capital, as moradias serão erguidas nos residenciais Portal Laranjeiras (368), Sírio Libanês I e II (256), Jardim Aero Rancho 7 (224), Jardim Aero Rancho 8 (224) e Jardim Inápolis (66). “O início dessas obras é imediato. As construtoras já estão autorizadas e dependemos da questão do tempo para começar a construir”, falou a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul, Maria do Carmo Avesani Lopez.

Solenidade de assinatura do convênio para a construção das casas ocorreu ontem (Foto: Chico Ribeiro)

Em Sete Quedas, as casas serão construídas nos residenciais Itaporã I (50) e Itaporã II (50). “Somos um município pequeno no interior do Estado, que faz divisa com o Paraguai. Então, essas 100 moradias são de extrema importância para a população. Sete Quedas ganha um presente com essas construções. Estamos agradecidos por essa parceria”, comentou o prefeito Chico Piroli.

Participaram ainda da solenidade de assinatura dos contratos a vice-governadora, Rose Modesto; os secretários de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli e de Administração, Carlos Alberto de Assis; o superintendente regional da Caixa Econômica Federal em MS, Evandro Narciso Lima; os deputados estaduais Onevam de Matos, Mara Caseiro, Beto Pereira, Rinaldo Modesto e Paulo Correa; o deputado federal Fábio Trad; vereadores e demais autoridades municipais de Campo Grande.

(Visited 28 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!