Primeiro ecoponto de Campo Grande entra em funcionamento

Na próxima segunda-feira, 26 de março, às 9h, na Rua Sagarana com a Avenida Professor José Barbosa Hugo Rodrigues, será inaugurado o primeiro Ecoponto de Campo Grande. Denominado de Ecoponto Panamá, o local receberá resíduos, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, móveis inservíveis, restos de galhos de árvore resultado da poda de árvores, resíduo do corte de grama e entulhos da construção de até 1 metro cúbico (650 quilos). O horário de funcionamento será de segunda a sábado, das 8h às 18h.

O novo espaço contará também com  Local de Entrega Voluntária (LEV) para resíduos recicláveis secos como papéis, vidros e plásticos. Os resíduos recicláveis serão encaminhados para as cooperativas abrigadas na Usina de Triagem de Resíduos (UTR).

O Ecoponto Panamá é o primeiro dos cinco que serão entregues pela Solurb conforme previsto em contrato com a administração municipal. As instalações dos próximos estão previstas nas regiões do Lageado, Nova Lima, Noroeste e União. “A Prefeitura já está se organizando para entrega de mais Ecopontos para a Capital, além destes previstos no contrato”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Gestão Urbana, José Marcos da Fonseca.

O Ecoponto – A estrutura de 1.200 metros foi instalada numa área pública de 3.651 metros quadrados, no Jardim Panamá A Solurb irá gerenciar o local que terá guarita, cerca, duas bacias de retenção, cada uma com capacidade para três mil litros e calçamento do pátio de desembarque com lajotas sextavadas. Serão instalados nove containeres, sendo cinco para entulhos da construção (cada um com capacidade para 5 metros cúbicos) e quatro para galhos de árvores (cada um para 26 metros cúbicos) e monitorado por funcionários que farão a vigilância e o controle de acesso 24 horas.

Caberá à concessionária separar todo o material e dar destinação final. O resíduo reciclável vai para as cooperativas abrigadas na Unidade de Tratamento de Reciclável (UTR), que hoje recebe em média 11 toneladas por dia, resultado da coleta seletiva.

Conscientização – Por meio de uma ação em parceria com demais órgãos municipais será realizada a conscientização da população do entorno do Ecoponto, divulgando a instalação e quais tipos de entulhos poderão ser descartados.

“E execução da Educação Ambiental tem o apoio de diversas secretarias, por exemplo, nas ações organizadas pela Funesp e Sectur vão abordar em suas ações essa temática, temos a parceria com a Semed nas escolas, a Sesau estará auxiliando por meio dos agentes comunitários e nas próprias unidades de saúde da região. Serão vários órgãos que estarão conosco atuando na conscientização com relação ao correto descarte dos resíduos”, explicou diretor de planejamento ambiental Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), Rodrigo Giansante.

(Visited 25 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial