Bolsonaro anuncia general como ministro da Defesa

Militar foi o sétimo ministro anunciado pelo presidente eleito

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta terça-feira, através de sua conta oficial no Twitter, que o general do Exército, Fernando Azevedo e Silva, será o ministro da Defesa no seu futuro governo. Atualmente, o militar é assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, cargo que ocupa desde setembro.

Há uma semana, Bolsonaro havia anunciado o general Augusto Heleno como ministro da defesa, mas ele acabou sendo indicado para o Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Sendo assim, Azevedo e Silva assumirá o cargo a partir da posse do novo governo em 1º de janeiro. Antes de assumir a função de assessor de Toffoli, Azevedo era chefe do Estado-Maior do Exército, cargo que hoje é ocupado pelo general Paulo Humberto.

O general é o sétimo nome anunciado pelo presidente eleito para integrar sua equipe ministerial. Até o momento já foram definidos o general Augusto Heleno para o GSI, Marcos Pontes para a pasta da Ciência e Tecnologia, Paulo Guedes para o Ministério da Economia, o juiz Sergio Moro para o Ministério da Justiça e da Segurança Pública, a deputada Tereza Cristina para a pasta da Agricultura e o deputado Onyx Lorenzoni para o Ministério da Casa Civil.

No total, existem 29 ministérios, mas Bolsonaro disse querer reduzir para “algo em torno de 15”, apesar de já ter admitido publicamente um número de até 18. Com o anúncio de Azevedo e Silva para o ministério da Defesa, as pastas da Saúde, das Relações Exteriores e do Meio Ambiente devem ser as próximas a serem anunciadas por Bolsonaro.

(Visited 8 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!