Bolsonaro: “o PT quebrou o Brasil de tanto roubar”

Manifestação do presidente foi resposta a postagem do petista Fernando Haddad em rede social

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar, em sua conta no Twitter, o Partido dos Trabalhadores (PT) e seu oponente e ex-candidato à Presidência da República, Fernando Haddad. A publicação fala em “derrota vergonhosa” de Haddad nas eleições presidenciáveis e aborda a corrupção.

No post, Bolsonaro acusa Haddad de estar criando desculpas para justificar a derrota no segundo turno.  “A verdade é que o marmita [em referência ao professor], como todo petista, fica inventando motivos para a derrota vergonhosa que sofreram nas eleições”, escreveu.

O presidente ainda disse que os adeptos ao partido contrário estão criando “motivos possíveis para estarem sendo rejeitados pela maioria da população”, quando na verdade o PT seria uma “quadrilha”, que “quebrou o Brasil de tanto roubar, deixou a violência tomar proporções de guerra e ninguém aguenta mais isso”.

Ele também chamou Haddad  de “fantoche do presidiário corrupto”, em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

As postagens do novo presidente tinham como objetivo rebater texto publicado por Fernando Haddad em suas redes sociais na sexta-feira (4). O professor compartilhou o texto de um jornalista alemão que diz que “está na moda um anti-intelectualismo no Brasil”.

“Os inquisidores não querem mais Immanuel Kant, querem Silas Malafaia. Não querem mais Paulo Freire, querem Alexandre Frota. Não querem mais Jean-Jacques Rousseau, querem Olavo de Carvalho. Não querem Chico Mendes, querem a “musa do veneno” (imagino que seja para ingerir ainda mais agrotóxicos)”, diz o texto compartilhado.

(Visited 481 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!