Bolsonaro quer anular nomeação de Marun para Itaipu

Caso ocorra a anulação, ele ficará desempregado, pois renunciou ao mandato de deputado

O presidente Jair Bolsonaro já havia anunciado que vai promover uma revisão geral nos atos do antecessor, Michel Temer. E, segundo o jornal O Estado de S. Paulo desta quarta-feira, uma das medidas será anular a nomeação do ex-ministro Carlos Marun para o conselho da Itaipu Binacional.

Conforme a publicação, Bolsonaro teria dito a interlocutores que não gostou da atitude de Temer – publicada no Diário Oficial de 31 de dezembro, no último dia do mandato do emedebista. O cargo no conselho de Itaipu garantiria a Marun um salário de R$ 27 mil para participar de reuniões bimestrais até o ano de 2020.

Marun foi um dos principais articuladores políticos de Temer. Caso a nomeação seja anulada, ele ficará desempregado, já que renunciou ao mandato de deputado federal.

Integrante da tropa de choque do ex-presidente Michel Temer, foi um dos maiores defensores do então deputado federal e presidente da Câmara Eduardo Cunha, preso pela Operação Lava-Jato por corrupção.

(Visited 669 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!