Liminar adia expulsão da deputada Tereza Cristina do PSB

Os deputados federais do PSB Danilo Forte (CE), Fábio Garcia (MT), Tereza Cristina (MS) e Fernando Coelho Filho (PE) – ministro de Minas e Energia – conseguiram uma decisão liminar que impede a deliberação do Diretório Nacional do PSB que poderia decidir pela expulsão dos quatro parlamentares da sigla.

Segundo o PSB na Câmara dos Deputados, os quatro deputados descumpriram a decisão unânime da Executiva e do diretório ao votarem favoravelmente à reforma trabalhista proposta pelo presidente Michel Temer.

Agora, os membros do diretório estão reunidos em Brasília para discutir sanções alternativas aos parlamentares. De acordo com o vice-presidente do partido, Beto Albuquerque, os deputados se “apegaram a uma filigrana jurídica para adiar” a deliberação do partido, que já recorreu das decisões.

Ele se refere à liminar concedida ontem pelo juiz Hilmar Castelo Branco, da 21ª Vara Cível de Brasília, que atendeu o pedido dos parlamentares e impediu que o diretório tomasse uma decisão sobre o assunto em razão da reunião ter sido marcada com menos de oito dias de antecedência, conforme prevê o regimento interno da legenda.

“Se não houver hoje ainda a revisão por parte do juiz que deu a liminar ou do Tribunal de Justiça dos recursos que estamos apresentando, vamos convocar nova reunião para o dia 26, a próxima quinta-feira, e faremos aquilo que faríamos hoje”, disse Albuquerque.

(Visited 18 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!