Com investimento de R$ 4,1 milhões Sanesul amplia rede de esgoto em Bataguassu

Os moradores de Bataguassu serão beneficiados com investimentos de R$ 4,1 milhões da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul). Serão implantados 16,8 quilômetros de rede coletora de esgoto, o que vai permitir a realização de 1.498 ligações domiciliares.

O diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, disse que a ampliação do sistema de esgotamento sanitário do município tem a finalidade de proporcionar mais qualidade de vida à população.

“Estamos trabalhando para universalizar a cobertura de esgoto nos municípios operados pela Sanesul. Com isso, os índices de desenvolvimento dos municípios vão melhorar, principalmente no que se refere à saúde pública à preservação ambiental”, disse o representante da estatal.

A contratação desse recurso junto à Caixa Econômica Federal (CEF) foi em setembro do ano passado na sede da Sanesul, em Campo Grande, em solenidade que contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja, do presidente da CEF, Pedro Guimarães, e dos prefeitos dos 16 municípios atendidos nessa fase do programa Avançar Cidades, entre eles Bataguassu.

“Seremos o primeiro Estado do País a universalizar coleta e tratamento sanitário. Esses investimentos em saneamento trarão um ganho exponencial para a população dos municípios”, disse o governador durante a solenidade de assinatura dos contratos.

Já o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse durante o evento que a assinatura dos contratos representa um marco para a região. “Alguns municípios passarão a ter 100% do esgoto tratado, saindo de uma condição precária, sem estrutura de saneamento básico, para uma realidade com mais dignidade e saúde. São obras importantes, que vão beneficiar mais de 55 mil famílias”, explicou o presidente.

Assinaram os contratos do programa Avançar Cidades em setembro de 2019 os prefeitos de Anaurilândia, Anastácio, Aral Moreira, Bataguassu, Dois Irmãos do Buriti, Figueirão, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Japorã, Mundo Novo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Ivinhema e Corumbá.

 Em Bataguassu, além dos R$ 4,1 milhões assegurados, a Sanesul já está realizando uma obra de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Bataguassu, que terá a capacidade de 20 litros por segundo, e executando redes coletoras de esgoto e ligações domiciliares. Tais obras em execução são feitas com recursos próprios e do Governo Federal (Funasa), no valor de R$4,3 milhões.

(Visited 13 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!