Walmart vendia produtos impróprios para consumo
24, julho 2019 . 12:35

Walmart vendia produtos impróprios para consumo

Procon e Decon encontraram produtos vencidos na loja da Avenida Mato Grosso

O Procon Estadual e a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo (Decon) encontraram diversos produtos impróprio para consumo e com data de validade vencidos em supermercado Walmart localizado na avenida Mato Grosso, em Campo Grande.

O superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, acompanhou a ação de fiscalização.  “É importante que o consumidor fique atento ao prazo de validade dos produtos. Caso encontre itens vencidos, é importante que faça a denúncia no Procon. Toda reclamação será verificada e, havendo procedência, a fiscalização se dirigirá ao local e serão tomadas as medidas necessárias”, explicou.

Procon e Decon realizaram ação conjunta em unidade do Wal Mart na Capital (Foto: Divulgação)

Os fiscais do Procon encontraram cerca de 217 produtos de diferentes marcas impróprios para o consumo e expostos à venda na unidade comercial. Os produtos estavam com prazo de validade vencido, sem informações sobre prazo ou procedência. Algumas embalagens estavam visivelmente danificadas e com produto deteriorado.

Entre os produtos fora do prazo de validade e expostos para comercialização estão pacotes de hambúrguer, pizza congelada, refrigerantes, cervejas de trigo importada, iogurtes, pacotes de preparado sólido, pacotes de biscoitos, pacotes de cupim temperado bovino, pão de forma, presunto fatiado, pacotes de pão de queijo congelado, cereais, pacotes de macarrão instantâneo, leite em pó e latas de formula infantil a base de soja.

Também foram encontrados produtos impróprios para consumo por estarem com a embalagem amassada, deteriorada, fora da temperatura exigida ou descongelado. Entre eles estão latas de fórmula infantil, doce de leite, latas de tomate sem pele, pêssegos em conserva, latas de figo, cereais para alimentação infantil, abacaxi em calda, pacote de frango, amendoim e azeitonas.

Todos os produtos foram descartados na presença da equipe do Procon Estadual e de funcionários do estabelecimento. Na ocasião foi preenchido auto de infração, entregue ao responsável pelo supermercado, que terá prazo para defesa.

Todo consumidor que se sentir prejudicado em sua relação de consumo deve procurar seus direitos. Para tanto, estão disponíveis o telefone 151, o aplicativo “fale conosco” do site www.procon.ms.gov.br e o número 9 9158 0088 (WhatsApp).