Gilmar Mendes manda soltar ex-secretário de Saúde do Rio
8, fevereiro 2018 . 12:43

Gilmar Mendes manda soltar ex-secretário de Saúde do Rio

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na manhã de hoje a soltura do ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Sérgio Cortês, que assumiu a pasta na gestão de Sérgio Cabral.

Ele foi preso preventivamente em abril de 2017, durante um desdobramento da Operação Lava Jato. Porém, para Gilmar Mendes, os argumentos que defendem a prisão preventiva do ex-secretário de Cabral “se revelam inidôneos”.

Ex-governador Sérgio Cabral ao lado de Sérgio Cortês (Foto: Divulgação)

Por isso, o ministro do Supremo substituiu a prisão por medidas restritivas, concedendo liberdade a Cortês, mas impedindo-o de manter contato com outros investigados ou de deixar o País. Além disso, ele terá que cumprir recolhimento domiciliar no período noturno e nos fins de semana.

A situação do ex-secretário de Saúde foi atenuada devido a uma extensão do habeas corpus dado em dezembro ao empresário do setor de saúde Miguel Skin, preso na mesma operação policial. Tanto Sérgio quanto Miguel foram indiciados, no ano passado, por corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A operação investigou fraudes em licitações para o fornecimento de próteses para o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into). Segundo as investigações, o esquema teria movimentado cerca de R$ 16 milhões.