Blogueiro bolsonarista descumpre ordem do STF e passará a usar tornozeleira

Proibido de sair de Brasília, ele foi a São Paulo divulgar fake news contra candidato a prefeito

A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta terça-feira mandados de busca e prisão domiciliar contra o bolsonarista Oswaldo Eustáquio por ter burlado decisão de Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Agora, ele terá que usar tornozeleira eletrônica, em nova determinação do ministro. O blogueiro não poderia sair de Brasília sem autorização prévia, mas foi a São Paulo recentemente, onde fez trabalhos contra Guilherme Boulos (PSOL), que concorre à prefeitura de São Paulo.

Outro ponto que fez a PF bater em sua porta foi o fato de ele continuar usando as redes sociais, o que Moraes havia proibido. Eustáquio é um dos principais investigados no inquérito de articulação de atos antidemocráticos, que está em tramitação no STF.

Na suposta reportagem que Eustáquio fez em São Paulo, o bolsonarista acusava o candidato Boulos de ter contratado empresas de fachada na eleição. O vídeo com informações falsas, que dizia revelar o “laranjal de Boulos”, foi usado por Celso Russomanno (Republicanos) durante debate.

Após a comprovação de que se tratava de fake news, a Justiça Eleitoral ordenou a retirada do ar da gravação e, em seguida, determinou a suspensão da conta dele no YouTube. A decisão veio após a campanha de Boulos entrar com uma ação acusando o blogueiro de propagar notícias falsas.

O blogueiro Oswaldo Eustáquio (Reprodução/Redes Sociais)

(Visited 26 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Últimas Notícias