Investigações sobre rachadinha: Flávio Bolsonaro sofre nova derrota no STJ

O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou novo recurso apresentado pela defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos/RJ) pedindo a paralisação das investigações sobre o esquema de rachadinha que funcionava no gabinete do parlamentar quando este era deputado estadual no Rio de Janeiro.

A defesa questiona no recurso o mérito da decisão do juiz Flávio Itabaiana, responsável pela autorização de quebra dos sigilos bancário e fiscal do senador em abril do ano passado, que teria cometido ilegalidades. A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio decidiu que não houve ação ilegal no caso.

O Ministério Público segue investigando supostos crimes de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro no gabinete de Flávio Bolsonaro sob a organização do ex-assessor parlamentar Fabricio Queiroz. Flávio teria sido responsável por recolher parte dos salários dos funcionários, dentre os quais alguns fantasmas, e lavado o dinheiro na loja de chocolates que mantém no Rio de Janeiro.

O Ministério Público Estadual aponta que Queiroz teria recebido R$ 2 milhões repassados pelos servidores do gabinete de Flávio Bolsonaro. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

(Visited 2 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!