Vídeo mostra que nível da água no Rio Paraguai é de apenas 40 centímetros

Maior seca dos últimos 50 anos no Pantanal coloca embarcações sob risco de encalhar nos bancos de areia

Vídeos feitos por pescadores na região do Pantanal em Corumbá mostra que a seca está castigando de forma intensa também o Rio Paraguai. Clique aqui e assista. Num dos trechos o nível da água é de pouco mais de 40 centímetros e a travessia pode ser feita a pé. Bancos de areia se espalham pelo leito do rio e barcos e lanchas estão encalhando. É a maior seca dos últimos 50 anos, cujos efeitos se agravam em função do grande número de incêndios que vem ocorrendo na região, provocando a perda de pastagem e de aninais domésticos e silvestres.

Em alguns pontos, Rio Paraguai pode ser atravessado a pé (Imagem: Redes Sociais)

No vídeo que circula em grupos de whatsapp e postado nas redes sociais, um pescador usa a câmera do celular para gravar as imagens e mostra a situação em trecho do Rio Paraguai nas proximidades da fábrica da Votorantim, onde é produzido o cimento Itaú. Bancos de areia e nível da água extremamente baixo dão a ideia a respeito do problema. A seca rigorosa está associada à propagação recorde de fogo, que teria consumido até agora mais de 1,1 milhão de hectares de vegetação nativa, 800 mil somente no município de Corumbá, onde se concentra a maior porção do bioma pantaneiro.

 A região foi declarada em situação de emergência ambiental e rural pelo governo do Estado. Os pantaneiros estão construindo açudes e perfurando poços artesianos para garantir água para o gado, e as exportações pelo Rio Paraguai estão comprometidas. O nível do Rio Paraguai, de acordo com a régua da Marinha em Corumbá, não para de cair e hoje está em 40 centímetros. No ano passado, nessa mesma época, passava dos três metros.

Esse baixo nível das águas ajuda a explicar o motivo do fogo chegar com tanta força e fora de hora no Pantanal. Sem a cheia, os campos pantaneiros não alagaram e a vegetação aquática secou e virou combustível para as chamas. O tempo seco e o calor continuam. Os termômetros têm registrado 40ºC com sensação de 48ºC e a umidade relativa do ar em apenas 15%. A sensação é de deserto. Para o rio voltar a ter grandes volumes de água vai precisar chover muito na região norte do Pantanal, em Mato Grosso.

(Visited 1.639 times, 2 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!