Covid-19: MS registra 3.224 mortes pela doença

Estado registrou 175.973 casos positivos do novo coronavírus

Do início da pandemia até agora, o Estado de Mato Grosso do Sul registrou 175.973 casos positivos do novo coronavírus. Desse total, 3.224 pessoas não resistiram aos efeitos da doença e vieram à óbito.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, do Governo do Estado desta segunda-feira, em apenas 24 horas 429 novos exames deram positivos, enquanto 20 pessoas tiveram a morte registrada em um dia, sendo nove campo-grandenses, três de Dourados, dois de Naviraí e seis dos municípios de Anastácio, Aquidauana, Coronel Sapucaia, Corumbá, Itaporã e Terenos, com um óbito em cada.

Dos casos confirmados, 6.435 estão em isolamento domiciliar, enquanto que 512 estão hospitalizados, sendo que 256 estão em leitos clínicos e 256 em leitos de UTI. Dos internados em leitos clínicos, 184 estão na rede pública e 72 na rede privada. Já os que estão nos leitos de UTI, 191 estão na rede pública e 65 na rede privada.

Entre um dia e outro, o número de internados subiu quase 2% e, com isso, houve o aumento do comprometimento nas macrorregiões do Estado, principalmente em Dourados, onde a taxa de ocupação de de leitos UTI/SUS é de 91%; em Campo Grande, de 80%; em Corumbá, de 71% e em Três Lagoas, de 56%.

Durante a live, o Diretor de Saúde e Assessor Técnico do Corpo de Bombeiros Militar na SES, coronel Marcello Fraiha, informou sobre a interrupção do atendimento nos drive-thrus, que não interferirá no andamento dos testes para diagnóstico da doença, sendo direcionados à Unidade Básica de Saúde.

“A partir de amanhã, dia 23, não haverá coleta no drive-thru do Corpo de Bombeiros, mas não nos drives dos demais municípios, onde o serviço permanecerá. Já na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, o atendimento segue até sexta-feira. A população não precisa se preocupar porque os exames serão realizados nos postos de saúde nos municípios”, disse.

Vacinômetro

Até o momento, 144.487 doses foram aplicadas no Estado, o que representa 67,3% do público-alvo da primeira fase, e 3,84% do percentual de habitantes de Mato Grosso do Sul.

(Visited 6 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Últimas Notícias