Covid-19: profissionais da Saúde vão receber máscaras doadas pela Assomasul

Com o objetivo de reforçar as ações desenvolvidas pelos prefeitos visando a redução do contágio pela covid-19, a diretoria da Assomasul vai distribuir 20 mil máscaras de proteção facial à população de vários aos municípios do Estado.

A ação é resultado de parceria institucional com o projeto Corona Vidas Hub Dourados/MS, BPW Dourados-MS Brasil, Leilo Dom – Leilão Beneficente, Unigran e IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul).

De acordo com o presidente da Assomasul e prefeito de Bataguassu Pedro Caravina, a entidade custeou R$ 23 mil em insumos para a confecção de máscaras de acrílico produzidas em Dourados e que vão beneficiar profissionais na área de saúde e profissionais que atendem no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) dos municípios..

As unidades vão ser entregues num primeiro momento em hospitais, prontos socorros, equipes de saúde e CRAS. A maior preocupação da diretoria da Assomasul e dos prefeitos é com o aumento dos casos de coronavírus no Estado.

Apesar do apelo do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e dos prefeitos em favor de um rigoroso isolamento social, Mato Grosso do Sul já tem 1.023 casos confirmados da covid-19, segundo atualização da Secretaria de Estado de Saúde nesta segunda-feira, 25.

De acordo com a pasta, o Estado registra 8.321 notificações, 214 amostras em análise, 639 casos sem encerramento, 6.445 casos descartados e exatos 1.023 casos confirmados da doença. Até agora, 17 pessoas já morreram por coronavírus em MS.

Segundo o presidente da Assomasul, o uso das máscaras de proteção pelos profissionais de saúde salvará vidas preciosas, uma vez que evitará novas contaminações e o seu custo benefício é imediato para a sociedade e para as finanças dos municípios.

A Assomasul tem se mobilizado desde quando surgiram os primeiros casos de coronavirus no Estado, adotando medidas restritivas e orientando os prefeitos na busca de solução para a crise na área de saúde pública que afetou diretamente as finanças municípios.

Além da suspensão temporária das aulas nas escolas municipais, a diretoria orientou cortes nas despesas das prefeituras e tem discutido com as autoridades estaduais e federais, por meio de videoconferências, alternativas viáveis visando à solução dos problemas.

Foi graças a mobilizações e interferência da entidade juntamente com a CNM (Confederação Nacional de Municípios), à qual é filiada, que o presidente Jair Bolsonaro irá sancionar o auxílio financeiro no total de R$ 461 milhões para os municípios de MS.

Desse total, os prefeitos terão R$ 40 milhões específicos para a saúde pública e R$ 421 milhões para livre aplicação.

(Visited 9 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Últimas Notícias