Para frear avanço da covid-19, Marquinhos Trad decreta lei seca na Capital
11, agosto 2020 . 19:56

Para frear avanço da covid-19, Marquinhos Trad decreta lei seca na Capital

De quinta-feira a domingo, consumo de bebida alcoólica nos pontos de venda está proibido

Com o objetivo de tentar frear o avanço do coronavírus em Campo Grande, que se transformou em epicentro da doença, o prefeito Marquinhos Trad decidiu proibir o consumo de bebida alcoólica em bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais pontos de venda. Decreto publicado nesta terça-feira estabelece que a medida entra em vigor na próxima quinta-feira, 13 de agosto, estendendo-se até o domingo, 16. O consumo será também proibido nos espaços públicos e de acesso ao público, como praças, calçadas e outros.

A decisão ocorre por acordo judicial após a Defensoria Pública ter acionado a Justiça solicitando a decretação de lockdown em Campo Grande por no mínimo 14 dias, com manutenção apenas de serviços essenciais.

Antes de decidir sobre a demanda, o juiz responsável pelo processo convidou s a Defensoria Pública, MPE, prefeitura, Associação Comercial e Câmara de Dirigentes Lojistas para um encontro a fim de se chegar a um acordo, o que não aconteceu. Em nova reunião, Marquinhos Trad decidiu ceder e tomar novas medidas de restrição à mobilidade, dentre elas a lei-seca que vigora de quinta-feira à domingo.

A Prefeitura vai intensificar medidas de fiscalização para que seja cumprido o toque de recolher, que continua vigorando das 21h às 5h da manhã.

Prefeito Marquinhos Trad anunciou que irá reforçar a fiscalização ao toque de recolher (Foto: Arquivo)