35 ônibus e 1 trem são incendiados no RJ após morte de miliciano
24, outubro 2023 .
6:09

35 ônibus e 1 trem são incendiados no RJ após morte de miliciano

Ao menos 35 ônibus e 1 trem foram incendiados na tarde desta segunda-feira (23) no Rio de Janeiro (RJ), causando o bloqueio da Avenida Brasil, a principal via expressa da cidade e obrigando a RioOnibus a interromper o BRT TransOeste, tornando a  situação situação na Zona Oeste da cidade caótica.

O ataque é responsável pelo maior número de coletivos incendiados da história, de acordo com o Rio Ônibus.

Dos ônibus queimados, 20 pertencem a operação municipal, cinco do BRT e o restante de frotas de turismo e fretamento.

Os criminosos incendiaram outros veículos e pneus, além de fecharem ruas e avenidas de diversos bairros, como Barra, Campinho, Campo Grande, Cosmos, Guaratiba, Inhoaíba, Paciência, Recreio, Santa Cruz, Sepetiba e Tanque.

Os veículos foram queimados pela milícia,  como forma de represália a morte do sobrinho do miliciano Zinho, Matheus Rezende, de 24 anos, conhecido como Teteu e Faustão .

Ele foi morto também nesta tarde, em uma operação da Polícia Civil na comunidade de Três Pontes. Em setembro, Zinho e mais cinco suspeitos foram denunciados pela morte do ex-vereador Jerônimo Guimarães, o Jerominho.

A situação na Zona Oeste, colocou o município, às 16h50, em estágio de mobilização, o segundo nível em uma escala de cinco e significa que há riscos de ocorrências de alto impacto na cidade.

Por volta do horário, havia 58 km de congestionamentos na cidade, o dobro da média (29 km) das últimas três segundas-feiras.

As aulas foram suspensas nas escolas públicas da região. Em algumas, alunos e professores que estavam nos colégios permaneceram para se manterem em segurança.

A operação policial que matou Matheus Rezende também feriu uma criança de 10 anos, que foi atingida de raspão, levada para a UPA de Paciência e liberada após atendimento médico.

O caso

Ao menos 35 ônibus e 1 trem foram incendiados na tarde de hoje no Rio de Janeiro (RJ), causando o bloqueio da Avenida Brasil, a principal via expressa da cidade.

O ataque é responsável pelo maior número de coletivos incendiados da história, de acordo com o Rio Ônibus.

Dos ônibus queimados, 20 pertencem a operação municipal, cinco do BRT e o restante de frotas de turismo e fretamento.

Os veículos foram queimados pela milícia, como forma de represália a morte do sobrinho do miliciano Zinho, Matheus Rezende, de 24 anos, conhecido como Teteu e Faustão.

Ele foi morto também nesta tarde, em uma operação da Polícia Civil na comunidade de Três Pontes. Em setembro, Zinho e mais cinco suspeitos foram denunciados pela morte do ex-vereador Jerônimo Guimarães, o Jerominho.

As aulas foram suspensas nas escolas públicas da região. Em algumas, alunos e professores que estavam nos colégios permaneceram para se manterem em segurança.

A operação policial que matou Matheus Rezende também feriu uma criança de 10 anos, que foi atingida de raspão, levada para a UPA de Paciência e liberada após atendimento médico.