Homem que assassinou policiais civis é morto em confronto com a polícia

Morreu na madrugada de hoje em confronto com a polícia o homem que no final da tarde de ontem assassinou a tiros os policiais civis Antônio Marcos Roque da Silva, 39 anos, e Jorge Silva dos Santos, 50 anos. Trata-se de Ozeias Silveira de Moraes, de 45 anos.

Os policiais civis Jorge Santos e Antonio Marcos (Aquivo PC)

A operação de busca ao homicida envolveu policiais do Grupamento de Policiamento Aéreo da Polícia Militar, Garras (Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros ) e Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), onde os investigadores mortos eram lotados. Outras unidades também deram apoio, como o GOI (Grupo de Operações e Investigações).

Ozeias Silveira foi localizado no Jardim Santa Emília, onde entrou em confronto com os policiais. Acabou levando um tiro e foi encaminhado para a Santa Casa, mas acabou morrendo.

Entenda o caso

O crime aconteceu na Rua Joaquim Murtinho, centro da Capital. De acordo com informações do delegado Marcelo Vargas, diretor-geral da polícia Civil, os agentes da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos ) investigavam um roubo de joias na Rua Euclides da Cunha e chegaram a William Dias Duarte Cormelato.

William Dias Cormelato, recapturado após fugir ainda usando algemas (Foto: Intenet)

Como ele tinha em aberto mandado de prisão por violência doméstica, foi algemado para ir à delegacia prestar esclarecimentos. Ozeias também era suspeito do roubo, mas sem mandado de prisão, acabou transportado apenas para averiguações, sem algemas. O bandido não foi submetido a revista pessoal e entrou armado na viatura com revólver calibre 38.

Os dois homens eram transportados em veículo Fiat Mobi usado como viatura descaracterizada, quando tudo aconteceu. Os policiais foram mortos com tiro na nuca. William, testemunhou toda a situação e tentou fugir, mas foi recapturado, minutos depois, ainda algemado, na mesma região.

O policial Roque estava na polícia desde 2006 e Jorge, conhecido como Jorginho, era servidor público da segurança desde o ano de 2002.

O bandido morto Ozeias de Moraes

(Visited 8 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!