Candidatura de Riedel é homologada com Barbosinha de vice
5, agosto 2022 .
14:24

Candidatura de Riedel é homologada com Barbosinha de vice

Chapa majoritária vem com a ex-ministra Tereza Cristina como candidata ao Senado

Em convenção realizada nesta sexta-feira, 5, o PSDB homologou a candidatura de Eduardo Ridel ao governo do Estado. Na chapa ele vai ter como vice o deputado estadual José Carlos Barbosa, o Barbosinha, do Partido Progressita (PP). A ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina (PP) também teve a sua candidatura ao Senado homlogada hoje.

Eduardo Riedel discursa em convenção realizada nesta sexta-feira (Divulgação)

Eduardo Riedel disse que vai participar de uma das eleições mais emblemáticas no País nos últimos anos. “Estamos diante de uma encruzilhada muito difícil”, disse ele, após lembrar que o PSDB está há sete anos no poder, tendo passado por duas crises. Riedel destacou que, mesmo em meio às dificuldades, foi possível se “manter como melhor estado do País”.

Ele disse que a partir de janeiro o programa Mais Social passará a ser de R$ 450 mensais por família e que se estenderá por mais 14 meses. O benefício de auxílio financeiro é concedido a população de baixa renda.

Em tom “municipalista”, o ex-secretário estadual de Infraestrutura na gestão Azambuja disse que prestará apoio às 79 prefeituras sul-mato-grossenses. “Vocês não vão ter mais que ficar com o pires na mão, esperando a governadoria. Vou continuar o municipalismo”, garantiu.

Ao lado do governador Reinaldo Azambuja e do vice, Barbosinha, Ridel discursa em convenção (Divulgação)

Agora é Riedel

Por sua vez, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) destacou que ocupa, até o fim deste ano, o cargo de chefe do Executivo estadual, por conta do “voto de confiança” dos correligionários, e apoiou o possível sucessor. “Agora estamos com o Riedel, que nunca disputou uma eleição, mas contribuiu muito para transformar o Mato Grosso do Sul no melhor estado do Brasil”, destacou.

“Vocês estão aqui porque acreditaram em mim. Peço agora que levem o nome do [Eduardo] Riedel e da Tereza [Cristina] para que continuem o trabalho que estamos fazendo”, disse o governador, mencionando a campanha da ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina ao Senado.

Chapa majoritária tem Tereza Cristina como candidata ao Senado (Divulgação)