Ministro acusado de homofobia é elogiado por Bolsonaro

Menos de uma semana após ser acusado de crime de homofobia, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, foi elogiado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada.

A declaração de Bolsonaro foi dada a uma mãe que afirmou ter pensado em sair do Brasil, caso o presidente não fosse eleito em 2018. Segundo ela, a “ideologia de gênero” na escola das suas duas filhas era “massacrante”.

Bolsonaro e o ministro da Educação, Milton Ribeiro. (Foto: Reprodução/Facebook)

Bolsonaro, então, afirmou que o Brasil “ainda não está livre disso”, mas que essa não é “mais uma orientação governamental”. Em seguida, citou o ministro da Educação e disse que Ribeiro tem um “profundo conhecimento dessas questões”.

“Ainda não estamos livres disso, porque é uma doutrinação, mas não é mais uma orientação governamental. O ministro da Educação, por coincidência, não foi escolhido porque era evangélico, mas é uma pessoa evangélica, é pastor. Tem um profundo conhecimento dessas questões e sabe que mudar a educação no Brasil é como navegar um transatlântico: vai devagarzinho”, disse.

O ministro relacionou a homossexualidade a “famílias desajeitadas” e manifestou reserva à presença de professores transgêneros, em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo.

Após parlamentares e a o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, entrarem com pedidos na Justiça para investigar possível crime de homofobia, Ribeiro disse no sábado que sua entrevista foi “interpretada de modo descontextualizado”. Ele afirma que não pretendeu ” discriminar ou incentivar qualquer forma de discriminação em razão de orientação sexual”.

Nesta terça, Bolsonaro disse que o Brasil passou por “30 anos de doutrinação” e, citando a Venezuela e a Argentina, afirmou que esse pensamento “não deu certo em lugar nenhum do mundo”.

“Foram uns 30 anos de doutrinação, porque a gente vê pessoas ai, com 30, 40, 50 anos, e falo “pô, cara você não vê que não deu certo na Venezuela, não deu certo… A Argentina tá complicando a situação, não deu certo em lugar nenhum no mundo e você insiste nessa tese ainda?”. A gente não sabe o caminho do sucesso, mas sabemos muito bem qual o do fracasso”, comentou

(Visited 5 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Yara Dosso
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Últimas Notícias