Para Miglioli, Marquinhos Trad se acovardou ao não comparecer a debate na Fetems

Em debate promovido na noite de ontem pela federação dos Trabalhadores na Educação (Fetems), o candidato a prefeito pela Coligação Campo Grande em boas Mãos (SD/PMN) Marcelo Miglioli criticou duramente a ausência do prefeito Marquinhos Trad no evento. Para ele, o chefe do Executivo Municipal, que tenta a reeleição, se acovardou, comportamento que classificou como “lamentável em todos os sentidos para a democracia”.

Marquinhos Trad enviou ofício aos organizadores do evento argumentando que sua agenda estava comprometida, já que pelo fato de sua coligação ter mais de 300 candidatos a vereador, sua presença em reuniões com eleitores é constante, o que acabou inviabilizando sua ida à Fetems.

“Quando a gente pensa que já viu tudo nessa vida, a gente vê uma coisa nova. É a primeira vez que eu vejo um prefeito no exercício do cargo, que está disputando uma reeleição, se acovardar para um debate e usar o cerimonial para ler o seu plano de governo”, disparou Marcelo Miglioli quando ele e os demais candidatos foram informados a respeito da ausência de Marquinhos Trad.

O candidato do Solidariedade também disse estar indignado com o fato de o prefeito Marquinhos Trad, ao tentar justificar a ausência, se valer do cerimonial para expor alguns itens de seu plano de governo, que só não foram lidos na íntegra por conta das vaias ensurdecedoras da plateia.

“Quero aqui registrar a minha indignação com o prefeito Marcos Trad. Se o senhor não tem coragem de vir aqui, como nós, não use as pessoas de forma indireta para expor suas promessas de campanha. Isso se chama covardia”, argumentou.

Para Marcelo Miglioli, Marquinhos Trad se acovardou (Foto: Mazão Ramires)

Demais ausências

Os candidatos Sergio Harfouche (Avante) e Márcio Fernandes (MDB) também não compareceram. O emedebista se justificou informando que seria submetido a procedimento dentário, enquanto que o procurador de Justiça licenciado disse que havia agendado anteriormente, no mesmo horário, entrevista no Sindifiscal/MS.

Também participaram do debate Cris Duarte (PSOL), Dagoberto Nogueira (PDT), Esacheu Nascimento (PP), Guto Scarpanti (Novo), João Henrique Catan (PL), Marcelo Bluma (PV), Paulo Matos (PSC), Pedro Kemp (PT), Sidneia Tobias (Podemos) e  Vinicius Siqueira (PSL).

(Visited 130 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Últimas Notícias