Santa Casa faz evento com pré-candidato a prefeito

Aula de zumba, corte de cabelo e maquiagem estão na agenda; hospital tem déficit de R$ 290 milhões

A utilização da Santa Casa de Campo Grande para fins político-eleitorais recolocou a situação financeira deficitária do maior hospital do Estado no centro das discussões em todo o Estado. Pré-candidato a prefeito da Capital pelo Partido Progressista, do radialista Alcides Bernal, o presidente da Associação Beneficente de Campo Grande, Esacheu Nascimento, irá promover neste final de semana nas Moreninhas o Programa Santa Casa nos Bairros, que vai ofertar gratuitamente à população serviços de consultoria jurídica, aula de zumba, maquiagem e shows musicais, dentre outros.

Esacheu do Nascimento, pré-candidato a prefeito e presidente da Santa Casa ( Foto: Arquivo)

Reeleito para o terceiro mandato de presidente da ABCG em 2019, Esacheu Nascimento iniciou o ano de 2020 de olho na vaga de prefeito, após ter sido anunciado pré-candidato pelo deputado estadual Gerson Claro, em evento no dia 22 de novembro passado.

Atolada em dívidas que somam mais de R$ 290 milhões, segundo a Câmara Municipal de Campo Grande, a Santa Casa sofre com a crônica falta de recursos, apesar de receber anualmente do poder público cerca de R$ 294,8 milhões – média mensal de R$ 25,5 milhões.

Mesmo assim, sua estrutura vai ser utilizada a partir deste final de semana para disponibilizar gratuitamente à população da Capital serviços que não guardam nenhuma relação com a finalidade para a qual foi criada.

Consultoria jurídica, lazer para as crianças, orientações sobre consumo de energia elétrica, aula de zumba, corte de cabelo, maquiagem e shows musicais fazem parte da agenda de eventos.

No que diz respeito a ações na área da saúde, finalidade da existência do hospital, constam exames preventivos (PSA e mamografia), aferição de pressão ocular e prevenção de glaucoma, teste de glicemia e palestras sobre doação de sangue, órgãos, medula e combate e prevenção ao mosquito transmissor da dengue.

A inspiração do presidente-candidato deve ter vindo de evento que no passado era realizado pela TV Globo, em parceria com o Sistema S, denominado Ação Global. A santa Casa não informou o valor gasto na iniciativa e alegou que alguns serviços são voluntários, sem custo.

(Visited 908 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!