Mesmo com pandemia, Energisa vai reajustar tarifa

Reajuste deveria entrar em vigor nesta quarta, mas foi prorrogado por 90 dias pela Aneel

Mesmo diante da pandemia do coronavírus, que irá provocar grande estrago na economia e na renda dos brasileiros, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou, ontem, a Energisa a reajustar o valor da tarifa em Mato Grosso do Sul. A falta de compromisso da empresa, principalmente com os mais pobres, se dá justamente quando o governo e empresas seguem em sentido contrário, se esforçando em iniciativas visando a garantir o emprego de milhares de brasileiros.

O reajuste entraria em vigor nesta quarta-feira, 8 de abril, mas num “lampejo de empatia”, a diretoria da Aneel levou em conta os prejuízos causados à população pela pandemia e decidiu suspender por 90 dias a majoração dos preços. A Energisa atende 74 municípios do Estado. Para os clientes residenciais de baixa tensão o índice é de 6,89%, acréscimo que não terá que ser suportado ao menos pelos próximos 3 meses.

O deferimento foi solicitado pelas próprias concessionárias. As empresas continuarão cobrando as atuais tarifas até 30 de junho de 2020.

A diferença nas receitas será ajustada e considerada nos próximos processos tarifários das distribuidoras. As contribuições das empresas à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) –  um fundo setorial que tem como objetivo custear diversas políticas públicas do setor elétrico brasileiro – , nesse mesmo período, foram reduzidas do valor diferido, devendo ser repostas à conta no segundo semestre deste ano.

(Visited 812 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!