Acrobata chinês morre em queda de arranha-céus de 62 andares
13, dezembro 2017 . 17:42

Acrobata chinês morre em queda de arranha-céus de 62 andares

Famoso pelos seus vídeos nas redes sociais, competia por um prêmio quando caiu do edifício

Um acrobata chinês de 26 anos que ficou famoso por partilhar vídeos fazendo acrobacias em arranha-céus sem equipamento de segurança, morreu enquanto filmava a si próprio a fazer exercícios de equilibrismo no topo de um edifício de 62 andares em Changsha, capital da província de Hunan, na China.

No vídeo, vê-se Wu Yongning empoleirado no topo do arranha-céu, preso apenas pelas mãos. O chinês começa a fazer elevações, mas na terceira vez que faz isso nota-se estar em dificuldades. Ele tenta subir novamente para cima do edifício, com a ajuda dos pés, mas acaba por perder a força e cair.

Apesar de o fato ter ocorrido no dia 8 de novembro, a morte de Wu Yongning só foi confirmada esta segunda-feira pela namorada à imprensa chinesa. Os fãs já tinham demonstrado preocupação pela ausência de novos vídeos na rede social chinesa equivalente ao Twitter.

Veja o vídeo