Presidente Bolsonaro nega criação de novo imposto

Secretário da Receita federal havia anunciado que até as igrejas seriam tributadas

O secretário da Receita Federal Marcos Cintra foi desautorizado publicamente na manhã de hoje pelo presidente Jair Bolsonaro sobre a criação de um novo imposto que poria fim à Contribuição Previdenciária que incide sobre a folha de pagamento e que seria cobrado até das igrejas.

As informações a respeito da criação do novo imposto foram dadas por Marcos Cintra ao jornal Folha de S. Paulo. O tributo seria criado com o objetivo de simplificar o modelo de arrecadação no país. Com ampla abrangência, recairia inclusive sobre igrejas, que hoje são isentas.

Na mensagem, o presidente disse que foi surpreendido com a declaração de Cintra de que até fiéis pagariam impostos sobre o dízimo. Em uma mensagem de 41 segundos, Bolsonaro disse duas vezes que nenhum imposto será criado para as igrejas.

Leia na íntegra a manifestação do presidente

Bom dia a todos!

Fui surpreendido nesta manhã com a declaração do nosso secretário da Receita de que seria criado um novo imposto para as igrejas.

Quero me dirigir a todos vocês, dizendo que essa informação não procede. Em nosso governo nenhum novo imposto será criado, em especial contra as igrejas, que além de terem um excelente trabalho social prestado a toda a comunidade reclamam eles, em parte com razão ao meu entendimento, que há uma bitributação nessa área.

Então, bem claro: não haverá novo imposto para as igrejas. Um bom dia a todos e fiquem com Deus.

(Visited 21 times, 1 visits today)

Comentários

comentários

Editorial
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Últimas Notícias